Imagem capa - O Poder dos Influenciadores Digitais  por BANG

O Poder dos Influenciadores Digitais

Bastam alguns cliques em qualquer site e é fácil encontrar nos espaços destinados à publicidade uma figura muito popular: os influenciadores digitais.

Com o estabelecimento da comunicação digital, não tardou para surgir as ‘celebridades da internet’ — internautas que por motivos variados acabaram ganhando a audiência dos usuários.

Crias de um novo padrão de consumo baseado muito mais na busca de informação do que em conteúdos apelativos, as celebridades digitais chegaram até o marketing com o objetivo de tornar a publicidade menos invasiva e mais espontânea.

A busca pela empatia do público é um desejo infindável de toda marca. Fazer com que o consumidor se sinta conectado com o produto, em uma relação repleta de sentimento é sempre um caminho assertivo para ganhar relevância no mercado.


A era do #AD

Uma recente pesquisa realizada pelo Instituto Qualibest, em conjunto com a Spark - agência especializada em marketing de influência, apresentou dados muito impactantes sobre a relevância destes agentes para o desempenho das marcas.

De acordo com o estudo, cerca de 76% dos entrevistados afirmaram que já consumiram serviços ou produtos após serem impactados por indicações de influenciadores digitais.

Outro apontamento relevante da pesquisa foi que 82% dos respondentes disseram que prestam atenção em publicidades pagas, desmistificando o consenso de que ações orgânicas funcionam melhor quando comparadas com as patrocinadas. 

Tais dados, nos mostram que o uso de influenciadores deixou de ser uma possível tendência e se tornou uma estratégia totalmente consolidada.

A discussão agora está em entender de que forma os influenciadores podem auxiliar as marcas a tornarem-se mais fortes.


Do Macro ao Micro

Com conteúdos que variam em praticamente todos os assuntos, os influenciadores digitais ganharam a atenção do público e das marcas. Sua capacidade de engajamento é algo notável e muito desejado no mercado publicitário.

Isto não é algo inédito. O uso de personalidades para a divulgação de serviços e produtos não é novo. Há tempos, empresas contratam atores, músicos, atletas, celebridades e qualquer outra personalidade popular para conquistar a atenção dos consumidores.

O que mudou no jogo do marketing de influência, foi que as personalidades digitais tinham menos distanciamento com o público, promovendo mais identificação e criando laços mais fortes. Os usuários conseguem reconhecer nos influenciadores indivíduos reais tais como ele.

Estabelecidas as vantagens, o questionamento agora era compreender como selecionar pessoas ‘reais’ para representar uma marca.

No início do mercado de influenciadores, as empresas buscavam estabelecer parcerias com aqueles que possuíssem os maiores números, sobretudo de seguidores.

Passado o frenesi inicial, tanto as plataformas, principalmente Instagram e Youtube, quanto as marcas, notaram que o número de seguidores não significa necessariamente capacidade de influência.

Aos poucos, tornou-se claro que o indicador de performance de um influenciador é a sua competência de inspirar e persuadir sua audiência. E isso independe de quantos seguidores ele possui.


Criando lovemarks

Compreender corretamente o público-alvo e o objetivo que a empresa deseja alcançar é o primeiro passo para considerar quais os influenciadores ideais para uma campanha.

Foi desta maneira que iniciamos o planejamento estratégico da campanha de reinauguração para um cliente da Agência, atuante no segmento de moda, proprietário de uma loja de roupa.  

A loja passou por uma ampla reforma, com ambientes totalmente transformados. Um novo conceito, carregado de sustentabilidade e maior contato com o verde, proporcionando para os clientes uma experiência ainda mais agradável. 

Para marcar esta fase, desenvolvemos uma campanha de mídia completa, com conteúdo em diversos canais, de forma integrada e consistente.

Dentre as etapas formuladas no planejamento, a presença de influenciadores digitais no dia da reinauguração era uma das mais cruciais.

A estratégia principal, foi trazer influenciadores e criadores de conteúdos locais, com relevância para a audiência do segmento, para compartilhar com os usuários suas experiências na loja.

O objetivo era intensificar a aproximação da marca com seus clientes, dando ao seu produto a voz de pessoas inspiradoras, cativando a audiência e estabelecendo laços.

A ação foi um imenso sucesso, confirmando nossas expectativas de resultados, com cerca de 1.600 interações por conteúdo desenvolvido pelos influenciadores .


Da esquerda para direita: Danilo Friedl (@dlfriedl), Tamires Chacon (@tami.chacon), Silvana Salmazo (@silvanasalmazo_ofc), Bianca Diasch (@biancadiasch), Tamiris Adorna (@tamyadorna), Luisa Caleffi (@luisacaleffi) e Bianca Chiquini (@biancachiquini).  Crédito: Fernando Roque.


Mais do que números, o objetivo maior era tornar o vínculo que a marca já tem com seus consumidores, ainda mais forte e autêntico.


Comunicação Estratégica

A campanha desenvolvida para o nosso cliente, com a integração de ações digitais com o evento realizado na loja, traz em sua essência todos os valores que defendemos em nosso trabalho na Bang. Para nós, não existe mais separação entre marketing offline e marketing digital.

Vivenciamos agora o omnichannel, em que todos os canais de venda e comunicação de uma marca se fundem e se integram.

Por isso, compreendemos a comunicação como uma ferramenta estratégica, em que cada cliente, cada ação, cada campanha é analisada e desenvolvida de forma personalizada, para que seja a melhor para a empresa.

Somente dessa maneira é possível produzir conteúdos diferenciados, que reflitam e valorizem a essência de cada marca.

Traga sua empresa para Bang.